LUMINÁRIAS DO ARQUITETO FRANK GHERY

Um dos grandes arquitetos da  atualidade, Gehry possui uma carreira que se estende por seis décadas e três continentes. Conhecido por seus projetos inventivos e uso criativo de materiais, ele alterou para sempre algumas  paisagens urbanas com edifícios espectaculares!

 Gehry sempre transitou entre escultura e mobiliário, além de suas atividades de arquitetura, concebendo formas inventivas a partir de materiais inesperados, como a série Easy Edges (1972) utilizando papelão ondulado.

‍Wiggle Side Chair

As “Fish lamps” evoluíram a partir de uma encomenda de 1983,  pelo Formica Corporation,  para criar objetos a partir do então novo plástico laminado ColorCore. Após acidentalmente quebrar um pedaço dele, enquanto trabalhava, Gehry foi inspirado pelos estilhaços, que lhe lembravam escamas de peixe. A primeira “Fish lamps” foi  mostrada na exposição “Gehry Frank: Unique Lamps” em 1984, na Galeria Gagosian Los Angeles. Feita a partir de armaduras de fios moldadas em formas de peixe, no qual fragmentos de ColorCore são coladas individualmente, remetendo aos atributos mórficos do peixe real.

O peixe tornou-se um motivo recorrente na obra de Gehry, tanto pelo seu “bom design” como por seus atributos iconográficos e naturais. Podemos destacar: as ondulantes e curvilíneas formas do Museu Guggenheim em Bilbao, Espanha (1997); o Jay Pritzker Pavilion, em Chicago (2004); e o Hotel Marqués de Riscal Vinhedo em Elciego, Espanha (2006), bem como a escultura de peixe na Vila Olímpica em Barcelona (1989-1992).

Em 2012 Gehry decidiu rever suas ideias anteriores, e começou a trabalhar num grupo inteiramente novo de “Fish lamps”.  Os trabalhos resultantes variam em escala, e o uso de ColorCore é mais ousado, incorporando elementos maiores e mais irregulares. As esculturas são únicas e feitas à mão. As formas de peixe suavemente brilhantes são impressionantes. Ondulações e flexões em atitudes de simulado movimento, essas criaturas artificiais emitem uma luz quente incandescente. Possuem uma sugestão de vida sublinhada pela texturas quase orgânicas das superfícies matizadas, apresentando uma simbiose entre espírito, matéria, forma e função. 

Desde a criação da primeira luminária em 1984, as “Fish lamps”  de Gehry foram exibidos em Londres, Paris, Hong Kong, e agora sua nova coleção em Roma, na Gagosian Gallery.

‍Fotos: Matteo D'Eletto / Mike Bruce / Stuart Burford
Fotos: Matteo D'Eletto / Mike Bruce / Stuart Burford
Foto: Matteo D'Eletto